A Indústria 4.0 não é simplesmente uma  Fábrica Inteligente

A Indústria 4.0 não é  simplesmente uma  Fábrica Inteligente

A Indústria 4.0 é a nova onda de Transformação Digital na indústria, impulsionada pelos desenvolvimentos recentes nas tecnologias Cloud, AI + Analytics, IoT e API. No entanto, os desafios dessa transformação vão além da mera aquisição e assimilação de novas tecnologias.

Muitas fábricas já estão apresentando um bom progresso na adoção de operações modernas e tecnologias da informação, com a instalação de Internet das Coisas tornando máquinas conectadas e mais inteligentes, promovendo a digitalização e automação de processos e sistemas de análise preditiva. A IoT possibilita a interoperabilidade e adaptabilidade, dos diversos sistemas isolados e monolíticos, criando um ambiente mais amigável, custo menor e rápida implementação.

Parte da visão da Indústria 4.0 consiste em superar essas barreiras, possibilitando o fluxo de informações e ações coordenadas entre funcionários, sistemas, máquinas e colaboradores externos. Isso é possível com o uso das tecnologias de IoT e APIs que – de maneira padronizada e aplicando mecanismos de segurança – permitem a integração ágil e segura entre sistemas e dispositivos.

Além de evitar retrabalhos, desperdícios e erros devido à falta de informações, a capacidade de integração ágil por meio de APIs reduz o tempo de comercialização e facilita a composição de sistemas legados com novas tecnologias (por exemplo: IA + Analytics, aplicativos na nuvem) e com outras fábricas ou colaboradores externos.

O uso de APIs facilita o desenvolvimento de uma arquitetura baseada em microsserviços, ou seja, abstração de recursos de sistemas monolíticos em serviços menores (microsserviços), que podem ser consumidos e combinados como componentes por outros sistemas (isso pode ser feito sem impacto no Processo interno).

A abordagem baseada em microsserviços simplifica a entrega de novos recursos e aplicativos, permite a reutilização de componentes (evitando desenvolvimentos paralelos), facilita o isolamento de falhas (os microsserviços são tratados de maneira independente) e favorece a escalabilidade. 

Mas como conseguir isso? Fique tranquilo, a 3G SOFT quer ser seu parceiro nessa jornada, e está preparada para implementar a solução ideal para o seu projeto, e levar seu negócio para o próximo nível.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *