Indústria do futuro e a manutenção 4.0

Indústria do futuro e a manutenção 4.0

A indústria 4.0 não é apenas sobre produtividade, e também assunto sobre o Planejamento e Controle da Manutenção. As plantas precisam de PCM bem elaborado, considerando inclusive a Manutenção 4.0.

Se problemas e paradas (pequenos ou grandes) já acontecem em empresas que seguem planejamentos rigorosos, imagina sem. PCM, pode-se afirmar: se você está a procura de uma solução para sua área de manutenção, mas ainda não tem um planejamento implantado na sua empresa, dê uma parada, guarde seu dinheiro e reveja suas prioridades.

De nada adianta adquirir um excelente programa se sua empresa não possui uma estratégia. É como ter uma pá sem saber onde cavar. Mas, afinal, o que é PCM? 

O PCM é considerado um núcleo estratégico dentro do setor de manutenção das empresas. Essa foi a forma que os gestores encontraram para manter instalações cada vez mais complexas funcionando com o menor número de paradas para manutenções emergenciais.

O PCM leva em conta as condições das máquinas e equipamentos, recursos disponíveis para reparos, os tipos de manutenções e elabora uma estratégia visando a melhoria da performance do negócio durante todo o ano. 

As novas tecnologias focadas em automação têm sido aproveitadas para tornar o PCM mais abrangente, eficiente, seguro e produtivo, sem aumentar demais os custos.  

 

Importante conhecer as fases de um PCM 

1 – Planejamento 

Pesquisa de recursos disponíveis e elaboração de um plano de utilização dos mesmos, de acordo com as necessidades da empresa e com o que se tem disponível para estruturar esse plano. 

2 – Programação 

Logo após o planejamento, vem a criação de cronograma de tarefas de fato. Essas atividades são organizadas diariamente, semanalmente, mensalmente e anualmente.

3 – Controle 

Com tudo isso pronto, é preciso realizar uma análise periódica do planejamento, com o objetivo de otimizá-lo (melhoria contínua). 

Para elaborar um PCM, é preciso conhecer bem os tipos de manutenção e definir quais são viáveis para a empresa.  

Principais tipos de manutenção industrial

1 – Manutenção corretiva 

A manutenção corretiva é feita para reparar defeitos e falhas em peças, equipamentos e sistemas, fazendo com que as máquinas voltem a funcionar normalmente. Pode ser planejada, evitando um prejuízo maior na linha de produção, ou ocorrer emergencialmente. 

2 – Manutenção preventiva

A manutenção preventiva consiste no agendamento periódico de inspeções ou manutenções nos ativos. Geralmente é baseada em número de ciclos, tempo de uso ou quilometragem, por exemplo. 

3 – Manutenção preditiva

Neste tipo de manutenção, sensores de IoT e softwares em nuvem são utilizados para monitorar o desempenho das máquinas e seus componentes em tempo real, verificando se parâmetros de condições elétricas, mecânicas e hidráulicas, por exemplo, estão de acordo com o que se espera para um funcionamento ideal. 

Contudo, por exigir tecnologias mais avançadas, no Brasil, por enquanto, essa é uma solução utilizada por poucas empresas, mas na medida que as soluções começam a ter demandas maiores, os preços começam a ser mais atrativos acompanhados de modelos de negócios mais disruptivos.

E você, já começou o seu projeto de Manutenção 4.0? Veja aqui nesse artigo um pouco mais sobre esse tema. 


Recommended Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *